Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | EDITORIAL
 
Por um transporte de medicamentos seguro e dentro da lei

20 de Abril - 15:45 horas

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar na Ação Direta de Inconstitucionalidade para suspender Lei de São Paulo que exige a presença de farmacêutico nos quadros das empresas que realizam o transporte de medicamentos e insumos farmacêuticos.

 

O ministro observou que essa exigência nada acrescentou à higidez sanitária dos procedimentos para circulação de medicamentos e que não houve a demonstração de que os farmacêuticos seriam os únicos ou mesmo os mais qualificados profissionais para assegurar o cumprimento da legislação sanitária na fase de transporte.

 

Há tempos que o segmento de transporte de medicamentos é vítima dessa norma, porém a Lei só obriga um farmacêutico por estabelecimento no caso das farmácias. O SETCESP acredita que é importante que a transportadora tenha esse profissional em seu quadro de funcionários, mas em escala compatível com as suas necessidades operacionais.

 

Também é relevante ressaltar que estas transportadoras possuem licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa para operar e só obtém essa licença quem possui boas práticas no transporte desses produtos.

 

Nesse sentido, o SETCESP destaca a decisão do STF que vai de encontro a um transporte de medicamentos seguro e dentro da lei.


Fonte.: SETCESP





SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br