Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NOTICIAS
 

MS deve exportar 1 milhão de toneladas de soja pelo Porto de Concepción



23 de Fevereiro de 2018 - 14:26 horas / MS Notícias

Pelo menos um milhão de toneladas de soja do Mato Grosso do Sul devem ser exportadas para a Argentina pelo Porto de Concepción, no Paraguai. O terminal portuário que fica a 200 quilômetros de Pedro Juan Caballero/Ponta Porã foi reativado na última terça-feira (20/02) pelo presidente paraguaio Horacio Cartes. O secretário de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, participou do ato.

 

“Além de ser uma excelente alternativa para o escoamento de grãos de Mato Grosso do Sul, a reativação do Porto de Concepción torna realidade mais uma meta de Governo: o desenvolvimento do Estado”, afirmou Miglioli.

 

Com a reativação da unidade, o Estado passa a contar com um novo canal de escoamento de grãos para o exterior. Os primeiros envios de grãos para o modal de transporte serão feitos de forma experimental. A carga sairá principalmente da região sul de Mato Grosso do Sul e seguirá até o país vizinho por rodovia – o que dá mais competitividade aos grãos sul-mato-grossenses.

 

Para o Paraguai, a reinauguração do porto marca o início do corredor Atlântico-Pacífico. “Nós, como governo, propusemos que o Paraguai seja o centro da via navegável e o eixo para atravessar o Atlântico para o Pacífico. São Paulo e Antofagasta são os portos mais importantes de ambos os oceanos e a linha direta passa pela Concepción”, disse o ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite.

 

Capacidade
De propriedade do governo paraguaio, o Porto de Concepción está concessionado à empresa Baden SA. Foram investidos US$ 7,5 milhões na modernização das estruturas do terminal. De acordo com as autoridades do país vizinho, esses investimentos devem chegar a US$ 12 milhões.

 

Os novos equipamentos instalados no porto têm capacidade de receber até 500 toneladas de grãos por hora (descarga de caminhões) e 1.400 toneladas hora de elevação de grãos. Já a capacidade de elevação de barcaças será de 1.000 toneladas hora, o que permite capacidade de armazenamento estático de 34.000 toneladas de grãos, distribuídas em quatro silos verticais e um silo de armazém.

 

Também foram instaladas duas balanças para pesar os caminhões na entrada e saída do porto, bem como duas plataformas para caminhões de até 120 toneladas de capacidade para descarregar os grãos nos silos.



SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br