Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO ECONOMICO



Confiança do comerciante paulistano cresce 1,2% em março e atinge 75,8 pontos
19 de Abril de 2016 - 07:09 horas / FecomercioSP

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) atingiu 75,8 pontos em março - crescimento de 1,2% em relação a fevereiro. Por outro lado, na comparação com o mesmo período de 2015 houve queda de 16,2%. Apesar do aumento em março, o indicador registrou 75,8 pontos - o que sinaliza o pessimismo dos empresários do comércio.


Apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), o ICEC varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total) e apesar de apontar crescimento, o resultado visto em março é o quinto menor de toda a série histórica, iniciada em março de 011.


De acordo com a pesquisa, os responsáveis pela alta do indicador foram os donos de empresas com mais de 50 funcionários, que elevaram em 9,9% a sua confiança em relação ao mês anterior, chegando a 90,7 pontos. Já as empresas com até 50 funcionários registraram alta de 1% e alcançaram 75,5 pontos.


Em contrapartida, na comparação anual, o resultado se manteve negativo. O índice de confiança para os grandes empresários caiu 16,6%, enquanto para os pequenos, a retração chegou a 1,7%. Para a Federação, a situação de crise de consumo, renda e crédito tende a ser mais acentuada sobre pequenos negócios do que sobre grandes empresas que podem se proteger um pouco mais com melhor acesso a capital, propaganda, distribuição e estratégias de marketing.


Indicadores


O Índice das Condições Atuais do Empresário do Comércio (ICAEC), um dos componentes do ICEC, avançou pelo terceiro mês consecutivo e, em março, atingiu 40,8 pontos, alta de 3,2%. Por outro lado, na comparação anual, houve queda de 26,1%.


O Índice de Expectativa do Empresário do Comércio (IEEC) mostra que o empresariado está um pouco mais otimista em relação ao futuro ao registrar alta de 2,8% em março, passando de 113,4 pontos em fevereiro para 116,5 pontos.


O único quesito que apresentou queda em março foi o Índice de Investimento do Empresário do Comércio (IIEC), que mede a propensão dos empresários em relação a novos investimentos, que retraiu 2,3% em fevereiro e contabilizou 70,2 pontos. A maior influência negativa partiu do Indicador de Contratação de funcionários (IC), que caiu 3,2% e totalizou 73,7 pontos.


Para a FecomercioSP, a alta do índice não significa uma reversão do quadro de pessimismo entre os empresários do comércio. Os últimos resultados apontam apenas uma oscilação do indicador no patamar de 75 pontos. Segundo a Entidade, o que puxou o indicador geral foram as condições atuais da economia, mas esse fato confirma a tese de que o resultado positivo é muito mais um efeito estatístico, pois o indicador está abaixo de 41 pontos, considerado um patamar de extremo pessimismo, apesar da alta mensal.




NOVIDADES

NEWSLETTER

Receba nossas novidades!
   

ARQUIVOS












Maiores informações ou o esclarecimento de dúvidas poderão ser efetuadas através da

nossa página de contato ou pelo telefone
(11) 2632-1023

SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br