Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO ECONOMICO


Exportações em forte alta geram superávit de US$ 9,6 bilhões no comércio com o Mercosul
14 de Dezembro de 2017 - 01:20 horas / Comex do Brasil

As exportações brasileiras para o Mercosul acumularam até o mês de novembro alta de 18,58% e totalizaram US$ 21,037 bilhões. Por outro lado, as importações cresceram num ritmo menos significativo (2,7%) para US$ 11,396 bilhões. Com isso, o fluxo de comércio com a Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela (tecnicamente suspensa do bloco) geraram um superávit de US$ 9,641 bilhões, o segundo maior obtido pelo Brasil com blocos comerciais, atrás apenas dos BRICs, que contam com a participação da China, o principal parceiro comercial do Brasil nas exportações e importações.

 

O carro-chefe das exportações brasileiras para o Mercosul são os produtos industrializados, com vendas totais em alta de 25,1% de janeiro a novembro para US$ 18,55 bilhões e uma participação de 88,2% no total exportado para os membros do bloco. Os produtos básicos geraram receita no valor de US$ 1,831 bilhão, correspondentes a 2,94% dos embarques totais para os quatro países.

 

Enquanto isso, os produtos semimanufaturados geraram negócios no montante de US$ 619 milhões, equivalentes a 2,94% das exportações aos demais membros do Mercosul. Os automóveis lideram a pauta exportadora para o Mercosul, com um volume total de US$ 4,51 bilhões (alta de 45,9% sobre o mesmo período de 2016 e participação de 21% nas exportações para o bloco).

 

Outro destaque foram os veículos de carga, responsáveis por 8,9% das vendas e fonte de uma receita no valor de US$ 1,88 bilhão. Ainda dentro da cadeia automobilística, partes e peças para automóveis e tratores foram outro item importante na pauta das exportações para o Mercosul, com vendas totais de US$ 1 bilhão e uma fatia de 5% do total exportado. A Argentina figura, de forma destacada, como o grande parceiro comercial do Brasil no Mercosul. O país portenho foi o destino de 76% das exportações para o bloco (US$ 16,042 bilhões) e foi também o líder nas importações brasileiras no Mercosul (US$ 8,69 bilhões).

 

Em segundo lugar, o Paraguai importou produtos brasileiros no total de US$ 2,41 bilhões (11% dos embarques para o bloco) e exportou US$ 1,05 bilhões, o Uruguai ocupou a terceira posição com importações da ordem de US$ 2,15 bilhões e exportações no montante de US$ 1,18 bilhão. Em último lugar, a Venezuela, destino final de bens brasileiros no total de US$ 427 milhões e exportações totalizando US$ 347 milhões.




NOVIDADES

NEWSLETTER

Receba nossas novidades!
   

ARQUIVOS












Maiores informações ou o esclarecimento de dúvidas poderão ser efetuadas através da

nossa página de contato ou pelo telefone
(11) 2632-1023

SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br