Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO ECONOMICO



Mais de 25 mil postos de trabalho são fechados no setor de transporte em 2016
26 de Abril de 2016 - 04:03 horas / CNT

A queda na demanda por serviços de transporte, reflexo da recessão econômica que atinge o Brasil, já causou o fechamento de 25,3 mil postos de trabalho nas empresas de transporte e logística, somente no primeiro bimestre de 2016. O número representa um terço dos resultados de 2015, quando 76,4 mil pessoas perderam suas vagas no setor. Os dados são do Ministério do Trabalho.

 

Somente o transporte terrestre perdeu 20,8 mil trabalhadores nos dois primeiros meses deste ano, resultado direto do enfraquecimento da atividade econômica. A demanda pelos serviços do segmento caiu 9,6% nesse período. No acumulado de 12 meses, a diminuição chega a 10,4%. Em 2015, foram 53,4 mil demissões.

 

"A situação está muito difícil. Se você olhar os dados da ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias), que pesquisa o movimento de caminhões pesados no Brasil, no primeiro trimestre caiu 5,6%, em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Os empresários estão se ajustando a essa redução de demanda", diz o diretor-técnico da NTC&Logística (Associação Nacional de Transporte de Cargas e Logísitica), Neuto Gonçalves dos Reis. Além disso, ele destaca que há prejuízo causado pela perda de mão-de-obra treinada pelas empresas. "Há um investimento, treinamento do pessoal e, de repente, por questões de recessão, o empresário precisa abrir mão desse profissional já qualificado. Na hora que tiver que contratar de novo, tem que fazer tudo de novo, treinar e qualificar os novos funcionários."

 

Sondagem

 

Os resultados confirmam o que revelou a Sondagem Expectativas do Transportador - 2015, levantamento realizado pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) no segundo semestre do ano passado, sobre as perspectivas para 2016. Para 68% dos empresários ouvidos, a recuperação da economia só ocorrerá a partir de 2017. Desses, 20% creem que os resultados só começarão a melhorar em 2018.

 

A Sondagem apontou, ainda, que quase 80% dos empresários teve que reduzir o quadro de funcionários no ano passado e 30% diminuíram a expectativa de contratações formais para 2016. “O momento é de alerta e inspira cuidados nos diversos segmentos do transporte. Os dados revelados pela Sondagem de 2015 apontaram a pior expectativa em relação ao desempenho das atividades do transporte desde o início do levantamento, em 2012”, disse o presidente da Confederação Nacional do Transporte, Clésio Andrade.




NOVIDADES

NEWSLETTER

Receba nossas novidades!
   

ARQUIVOS












Maiores informações ou o esclarecimento de dúvidas poderão ser efetuadas através da

nossa página de contato ou pelo telefone
(11) 2632-1023

SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br