Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO ECONOMICO



Pedágio para quem for de norte a sul de MS pela BR-163 custará R$ 41
19 de Março de 2014 - 01:07 horas / G1

Com a privatização da BR-163 em Mato Grosso do Sul, o motorista que atravessar a rodovia de norte a sul do estado em carro de passeio pagará R$ 41 somando valores dos nove postos de cobrança que serão instalados. A informação foi passada nesta terça-feira (18) pelo presidente da CCR MSVia, Maurício Soares Negrão, que administrará o trecho.

Segundo ele, o pagamento só vai ser exigido depois da implantação de 10% da extensão total das obras de duplicação. O trecho que será gerenciado pela companhia tem extensão total de 847,2 quilômetros. O contrato de concessão foi assinado no dia 12 de março de 2013 e tem o prazo de 30 anos.

Conforme Negrão, os pedágios devem ficar nos municípios de Mundo Novo (R$ 3,50), Itaquiraí/Naviraí (R$ 4,80), Caarapó (R$ 4,80), Rio Brilhante (R$ 4,90), Campo Grande (R$ 5,40), Bandeirantes/Rochedo/Jaraguari (R$ 4,20), São Gabriel/Camapuã (R$ 4,10), Rio Verde (R$ 5,30) e Pedro Gomes/Sonora (R$ 4).

O preço para um caminhão de dois eixos percorrer toda a rodovia no estado é de R$ 82. Ainda de acordo com o presidente, os preços sofrerão reajuste anual.

Melhorias
Inicialmente será feito um levantamento dos pontos mais críticos da via para definir os locais em que será feita pavimentação.

Negrão diz que estão previstos ainda obras de recuperação e pintura de guarda-corpos, sistema de drenagem, contenções, pavimento de pontes e viadutos e serviços de conserva, como limpeza e retirada de entulhos. Segundo ele, a empresa tem 30 dias para iniciar os trabalhos e um ano para concluir a primeira etapa.

Ainda no período de obras iniciais, a concessionária vai iniciar em maio a duplicação de 80,6 km da rodovia. Os trabalhos devem ser executados simultaneamente em oito trechos diferentes. Os pontos não foram divulgados, pois as intervenções dependem da autorização de órgãos ambientais.

Um Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) deve ser implantado a partir de agosto. Haverá, segundo Negrão, 17 bases com equipes especializadas para atendimento pré-hospitalar, desobstrução de pistas, reboque mecânico, presença na rodovia e informação. As equipes contam com 35 médicos em plantões 24 horas, 17 ambulâncias resgate, 25 guinchos e serviço grátis de atendimento telefônico.

Além das revitalizações, serão instaladas na BR-163 equipamentos painéis com mensagens variáveis, 505 câmeras com cobertura em 100% do trecho, 13 radares fixos e seis detectores de altura.




NOVIDADES

NEWSLETTER

Receba nossas novidades!
   

ARQUIVOS












Maiores informações ou o esclarecimento de dúvidas poderão ser efetuadas através da

nossa página de contato ou pelo telefone
(11) 2632-1023

SETCESP • Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região

Rua Orlando Monteiro, nº 1 • CEP: 02121 021 • Vila Maria • São Paulo • SP
(11) 2632 - 1000 •
setcesp@setcesp.org.br