Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO OPERACIONAL
 


Cobrança por fiscalização no preço dos combustíveis
02 de Março de 2018 - 16:47 horas / Alesp

Em razão das constantes mudanças nos preços dos combustíveis, o deputado Celso Nascimento apresentou uma solicitação de informações ao diretor executivo da Fundação Procon/SP Paulo Miguel a respeito do trabalho de fiscalização nos postos.

 

A solicitação pede a divulgação de quantos postos de combustíveis foram fiscalizados em todo o Estado de São Paulo neste ano em decorrência do aumento injustificado e arbitrário, na opinião do deputado, praticado pelas empresas nos últimos meses. Muitos postos cobraram preços abusivos por gasolina, diesel e etanol, acima da expectativa do mercado.

 

Também há um questionamento se houve aplicação de multas aos estabelecimentos que tiveram comprovada a prática do aumento abusivo dos preços. Além das multas, o deputado quer saber quais medidas o Procon/SP vem adotando para coibir o alinhamento abusivo dos preços.

 

Celso Nascimento cita as reclamações constantes dos consumidores de que os reajustes feitos pela Petrobrás no preço dos combustíveis são automaticamente repassados para as bombas, mas quando há redução, a mudança não é repassada ao consumidor.

 

"A venda de combustíveis com preços abusivos provoca nos consumidores, além de prejuízos financeiros, a desconfiança do valor cobrado e a sensação de que eles estão sendo o tempo todo enganados", apontou o deputado.




NOVIDADES