Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO OPERACIONAL
 



Juiz Marlos Melek compartilha experiências em evento da FETCESP
06 de Abril de 2017 - 05:06 horas / FETCESP

O Juiz Marlos Melek compartilhou suas experiências como empregado, empregador e mais de 12 anos como Juiz Federal do Trabalho com um público diferenciado de empresários do TRC, em 4 de abril. O evento, que abordou os temas em que as empresas mais sofrem condenações na Justiça do Trabalho, foi uma iniciativa da Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de São Paulo – FETCESP, com o apoio da NTC&Logística e organização da DBAC & Associados.

 

O curso transcorreu da forma esperada, com apresentação do conteúdo sem uso do “juridiques”, e retratou de forma simples e descomplicada as armadilhas características da área trabalhista que são objeto de forte preocupação por parte das empresas contratantes. De forma completa, o juiz discorreu e trouxe para o debate todos os temas que compõe a relação de trabalho, desde as obrigações pré-contratuais até o encerramento de contrato do trabalho e suas obrigações póstumas.

 

“O evento foi muito importante para estimular uma aproximação do setor produtivo brasileiro da figura do Juiz do Trabalho, e convergir os pensamentos de ambos os lados com o entendimento das mazelas, as inquietudes e os inconformismos dos empresários e, por outro lado, o funcionamento do sistema judicial trabalhista brasileiro”, afirma Melek. “Por mais que não se concorde com algumas coisas, é importante conhecer. Porque conhecendo você terá argumentos mais consistentes para tentar fazer prevalecer as suas ideias”, complementa.

 

Para o juiz, a Justiça do Trabalho tem cada vez mais se profissionalizado, desde a década de 90 quando deixou de ter juízes classistas, indicados pelos sindicatos, e passou a ser mais técnica. “Hoje, o que o juiz faz, além de aplicar a Lei, é dividir o ônus da prova. E isso é importante o empresário conhecer, para saber quem tem que provar o quê. Muitas coisas o trabalhador tem que provar. Então, conhecendo tudo isso, fica muito mais fácil do empresário reduzir o risco trabalhista no negócio dele”, conclui.

 

Para Flavio Benatti, presidente da FETCESP, o evento foi muito bom e de grande valia para os empresários e advogados que atuam no setor. “As informações obtidas aqui serão de grande valia para todos que atuam no setor, na medida em que mostram a realidade da Justiça do Trabalho e a forma como os magistrados nos veem. Tenho certeza que quem participou do encontro terá outra postura daqui para frente com relação aos processos trabalhistas e as contratações em suas empresas”, finaliza.

 

Fonte: NTC&Logística -5/4/2017




NOVIDADES