Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO OPERACIONAL
 


Polícia investiga ligação entre desmanche em Itupeva e roubo de cargas na região
18 de Maio de 2017 - 03:16 horas / G1 – Sorocaba e Jundiaí

A Polícia Civil investiga a ligação entre desmanches irregulares às margens de rodovias com roubos de carga. O número de casos cresceu quase 30% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016, segundo a Secretaria de Segurança Pública. Em Itupeva (SP), foram encontrados pelo menos cinco caminhões desmontados em um galpão na terça-feira (16).

 

A fachada era de uma empresa comum, com recepção e câmeras de monitoramento. Em um dos galpões – com 5 mil metros de área total – funcionava o desmanche e havia cinco caminhões sendo desmontados no local. A quadrilha usava até uma empilhadeira para carregar as peças.

 

A polícia chegou até o desmanche porque os criminosos não conseguiram desligar o rastreador de um caminhão que foi roubado em Mairiporã (SP). O veículo percorreu 70 quilômetros até o local. A polícia acredita que as peças seriam vendidas nos dias seguintes ao roubo.

 

Pelo menos dez pessoas estavam no galpão e pularam o muro quando a polícia chegou. O delegado acredita que, além de roubar as cargas, as quadrilhas também estão investindo na venda das peças retiradas dos caminhões.

 

"Existe primeiro a notícia do roubo do veículo que normalmente está transportando uma carga. Muitas vezes o boletim de ocorrência é registrado como roubo de carga, mas antes mesmo do final do registro nós localizamos a carga inteira, isso não é raro. Somente o veículo é desconectado e desaparece, o que demonstra que o alvo realmente era o caminhão”, explica o delegado Adalberto Ceoli.

 

Este foi o terceiro desmanche descoberto às margens de estradas da região. As cargas não foram localizadas.

 

Aumento nos casos
O roubo de carga aumentou quase 30% no primeiro trimestre deste ano no Estado de São Paulo, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 2.762 ocorrências. A polícia investiga agora a ligação dos desmanches com os roubos de carga. Muitos dos casos são nas estradas mais movimentadas do estado.

 

Em Araçariguama (SP), 15 homens armados com fuzis renderam um motorista e o carro da escolta. Imagens de câmeras de segurança mostraram o momento em que um carro com os criminosos, o caminhão roubado, seguido por outro usado pela quadrilha e o veículo que rendeu a escolta entraram em uma estrada de terra perto da rodovia Castello Branco.

 

Oitocentos computadores foram roubados. A carga estava avaliada em R$ 700 mil. O motorista, um pedreiro que viu a ação e os agentes da escolta foram levados em um dos carros e libertados meia hora depois em outra rodovia.




NOVIDADES