Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO OPERACIONAL
 



Viagem Técnica SETCESP 2017 se encerra com visita à Transportadora Toll
09 de Outubro de 2017 - 04:10 horas / SETCESP

A Viagem Técnica 2017 – Austrália chegou ao seu último dia na sexta-feira (06) e o destino do grupo de empresários e executivos do setor de transporte rodoviário de cargas, comandado pelo presidente do SETCESP, Tayguara Helou, foi a Toll Group.
O grupo iniciou o dia na Toll, uma das maiores transportadoras da Ásia, que detém importantes contratos com a Coca-Cola na Oceania, e visitou a operação da empresa dentro de uma planta da Coca-Cola, uma operação muito avançada e totalmente automatizada, na qual todo o carregamento dos caminhões é feito de maneira automática, com a mínima interferência humana.

 

“A operação da Toll Group para a Coca-Cola é totalmente automatizada, os carregamentos são todos feitos por robôs, praticamente 100% sem interferência humana. Os produtos saem da linha de produção e já vão direto para a linha de carregamento, em seguida os motoristas operam um sistema onde a carga entra automaticamente na carreta e eles saem para a distribuição em um prazo total de 11 minutos. É uma produtividade espetacular! ”, explica o presidente da TSA Cargo, Paulo Scremim.

 

A planta possui capacidade de mais de 55 mil pallets, é a maior do hemisfério sul e abastece a maior parte da Austrália, além de Nova Zelândia e Papua Nova Guiné. A Toll, uma das maiores empresas B2B da Ásia, possui um grande diferencial no transporte da Oceania e a sua parceria com a Coca-Cola, iniciada em 1999, tem tido grandes resultados, sendo que há mais de 8 anos a empresa não tem nenhum caso de afastamento de colaborador por motivos de acidente de trabalho. Isso é um resultado extraordinário obtido devido às altas exigências de segurança impostas pelos processos internos da empresa e pelas agências do governo australianas.

 

“É muito gratificante saber que existe uma relação do Estado com a iniciativa privada muito salubre para os negócios com pouca filosofia e muito foco no resultado”, ressalta o diretor de frota da Braspress, Urubatan Helou Jr.

 

Para o presidente da Flash Courier, Antônio Silvio Juliani, a Toll possui uma automação e um sistema de segurança incríveis e o mais importante é a cadeia de responsabilidade vai do motorista até o presidente da empresa. “Todos são responsáveis por tudo o que acontece desde a saída do produto da empresa até o seu destino final”, afirma.

 

“Essa viagem técnica foi fantástica, nós conseguimos visualizar muitas coisas interessantes, mas algumas nos chamou mais a atenção, como a regulamentação do transporte rodoviário de cargas australiano que é muito rígida nas questões de segurança, fadiga dos motoristas, controle e manutenção dos veículos. Aqui as autoridades são muito presentes nas empresas e nas rodovias. Eles costumam dizer que fazem regulamentações fáceis de serem aplicadas, objetivas, fazendo o que for necessário para salvar vidas. Essa é uma das lições que estamos levando para Brasil”, conclui o presidente do SETCESP, Tayguara Helou.

 

No primeiro dia da Viagem Técnica o grupo visitou a TCA (Transport Certification Australia) e a Startrack/Australia Post, confira aqui tudo o que aconteceu.

 

No segundo dia da Viagem Técnica o grupo visitou a Roads and Maritime Services e a ALC – Australian Logistics Council, confira aqui tudo o que aconteceu.


No terceiro dia da Viagem Técnica o grupo visitou a Universidade de Sydney, a Transport for NSW e a EasyDrop, confira aqui tudo o que aconteceu.

 

A cobertura completa das visitas técnicas com fotos e vídeos estão disponíveis nas mídias sociais do SETCESP:
 

Facebook

Instagram
 




NOVIDADES