Quem Somos | Comercial | Diretoria Adjunta | Mantenedores |  Parcerias  | Agenda do Presidente | Imprensa | Contato | Editorial |
HOME | NÚCLEO OPERACIONAL
 


Viracopos restringe fluxo no terminal de cargas após aumento da demanda de exportação
23 de Julho de 2018 - 15:37 horas / G1

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), confirmou uma restrição aos exportadores que usam o terminal de cargas da estrutura. De acordo com a concessionária Aeroportos Brasil, as transportadoras só devem encaminhar cargas para o local se tiverem voos programados nos próximos dois dias. A medida causou uma fila de carretas que esperam sem poder desembarcar.

 

A restrição anunciada por Viracopos acontece por conta da alta demanda no terminal de cargas e do recorde nas exportações de junho, influenciado pela alta do dólar frente ao real. Além disso, a concessionária afirmou que o aeroporto realiza o escoamento de cargas que seriam de outros aeródromos e também estão sobrecarregados.

 

O gerente de logística de uma transportadora que tem base em Viracopos afirmou que está com caminhão parado há pelo menos 48 horas. Outras empresas com cargas que não têm voos programados no prazo estabelecido pela concessionária também estão na fila de espera há três dias.

 

Evitar se tornar um armazém
A administradora do aeródromo informou que, com esta medida, “evita se tornar um armazém de cargas sem previsão de voos para até os dois dias seguintes”. Sem a restrição, as mercadorias são escoadas um dia após a chegada, segundo a Aeroportos Brasil.

 

A medida vale até o escoamento de mercadorias voltar ao fluxo normal. No mês passado foram movimentados um total de 10,3 mil toneladas, mas em junho de 2017 foram 5,8 mil toneladas.




NOVIDADES